1 de abril de 2015

                                   
O ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, afirmou nesta quarta-feira (1º) que 56 cidades no Nordeste estão em situação de "colapso" no abastecimento de água. Segundo ele, mesmo após as chuvas, a situação dos reservatórios no Nordeste e no Sudeste ainda é crítica.
Occhi participou de uma entrevista coletiva com outros representantes do governo para apresentar os dados sobre a segurança hídrica no país, principalmente nas regiões mais críticas, após o período das chuvas, de outubro a março.
Ao falar sobre o Nordeste, Occhi disse que há racionamento no fornecimento de energia nos municípios em colapso e em, algumas cidades, a população tem serviço de abastecimento de água a cada 15 dias.
Inicialmente, ele havia dito que cerca de 100 cidades estavam em situação de “colapso” hídrico. Questionado sobre os detalhes, o ministro informou que, na realidade, 56 cidades do Nordeste estão nessa situação. No entanto, segundo o ministro, o governo está fazendo um levantamento, e o número pode subir para 105.
“Identificamos 56 cidades que hoje estão em colapso, sendo atendidas pelas prefeituras ou pelos governos estaduais. Nenhuma dessas é atendida pelo governo federal, mas como a situação está se ampliando, o governo federal pediu um levantamento, e nós podemos chegar, dentro de uma avaliação, ao número de 105 cidades que estão ou poderão estar [em colapso]”, afirmou.
Além do ministro, participaram da coletiva a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, o presidente da Agência Nacional de Águas, Vicente Andreu, e o diretor do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastre Naturais, Carlos Nobre. Eles apresentaram à imprensa as conclusões de uma reunião que fizeram mais cedo sobre a situação do abastecimento de água no país.
Reservatórios
A ministra do Meio Ambiente chamou a atenção para a necessidade de a população economizar água. "As pessoas têm que ter a consciência de que o fato de ter chovido muito, mesmo entrando no período do inverno, ainda há o desafio de recuperar os reservatórios, porque o que choveu não foi suficiente para recuperar os reservatórios", ponderou Izabella Teixeira.
Ela comentou especificamente sobre o nível do sistema Cantareira, que abastece a Grande São Paulo. Segundo ela, o volume de água retirado do Cantareira está em um terço do que é retirado normalmente. Ao ressaltar as "condições atípicas", ela afirmou que mesmo com as chuvas recentes, a recuperação do sistema será parcial.
Fonte: G1

30 de março de 2015

                                            
Foi preso na manhã deste sábado (28) um homem acusado de utilizar ilegalmente uma carteira de policial militar. Luís Felipe da Silva, 20 anos, residente em Salgado de São Félix, Estado da Paraíba, estava em uma motocicleta de placa KJJ 6013 em atitude suspeita quando passava pelo Centro de Macaparana, na Mata Norte de Pernambuco. Durante a abordagem, a polícia encontrou com o suspeito uma carteira profissional em nome do Terceiro Sargento Daniel Davi Marinho Alexandre. De acordo com a polícia, o acusado colou a sua foto na carteira de identificação em cima da foto do sargento, mas acabou descoberto. Luís Felipe foi conduzido à delegacia local para ser autuado em flagrante e, em seguida, recolhido ao sistema prisional. 

(Imagem | Divulgação)
Fonte: Agreste noticias 

Na manhã deste domingo (29), por volta das 07h40, a Polícia Militar (PM) encontrou em um terreno baldio, no Povoado Lério de Baixo, Zona Rural de Surubim, o corpo de Ivonaldo João de Sousa, 44 anos, residente na mesma comunidade. Segundo a PM, a vítima estava com a face totalmente dilacerada, provavelmente alvejada por disparo de espingarda calibre 12. Populares informaram que a vítima costumava se envolver em confusões na cidade. Ainda segundo o policiamento, ninguém soube informar nada e no local prevalece a lei do silêncio. A Polícia Civil realizou o levantamento cadavérico e encaminhou o corpo ao IML, no Recife. O caso está sendo investigado pela delegacia de Surubim.

Fonte: Blog do agretse

29 de março de 2015

Um homem de 23 anos confessou ter matado e decapitado a namorada grávida na zona sul de São Paulo. Segundo a Polícia Civil, o crime ocorreu na quinta-feira (26), mas somente no sábado (28), José Ramos dos Santos se apresentou a uma delegacia levando a cabeça da vítima em uma mochila.

O corpo de Shirley Souza, 16, foi achado por moradores em uma viela na noite de sábado. Quando soube, Santos buscou a cabeça na casa dele para levá-la à polícia. Depois, embarcou em um ônibus com rumo ao centro com a cabeça da vítima e confessou o crime no 1º DP. No local, ele mostrou a cabeça e disse que matou a jovem após ela assumir que o traiu. O corpo decapitado foi achado nú, enrolado em um lençol e com as pernas amarradas.

Fonte: Gazeta do povo


Um homem de idade e nome não revelados foi baleado no pescoço no sítio Alecrim, na zona rural de Umbuzeiro, na Paraíba. Segundo informações apuradas pelo blogCasinhas Agreste, populares teriam lhe socorrido até a Unidade Mista Cecília Leal de Miranda (UMCLM), aqui na cidade de Casinhas, onde a vítima foi avaliada pela equipe de plantão e logo em seguida transferida para um hospital na cidade de Campina Grande, também na Paraíba.

Fonte: +Casinhas

Os moradores da pequena cidade de Miracema, no Noroeste Fluminense, foram surpreendidos nesta semana, quando fotos do antigo padre da cidade vazaram através do WhatsApp, aplicativo de troca de mensagens pela internet. O que chocou a população foi o fato do sacerdote, de cerca de 40 anos, estar posando nu nas "selfies". De acordo com o Bispado da Diocese de Campos dos Goytacazes, as fotos teriam sido divulgadas por uma mulher que se relacionava com o padre pelas redes sociais.
O Bispado informou, na tarde deste sábado (28), o afastamento do padre. Ainda de acordo com o Bispado, o padre disse que chegou a manter relação com uma mulher e declarou que o contato aconteceu de três a cinco vezes, apenas, através de redes sociais. Segundo o depoimento do padre aos seus superiores, o vazamento da foto teria sido uma armadilha para manchar sua imagem.

Os fatos ainda estão sendo apurados pela Diocese mas a suspensão do serviço do padre é certa. “Estamos investigando a gravidade do assunto, mas apenas o ato dele ter tirado a foto já é matéria contra o mandamento da Igreja Católica, constitui crime e exige punição”, esclareceu o Bispado em entrevista ao G1, mencionando que a mulher não se manifestou e as provas são, até o momento, a foto que circula nas redes sociais, além do depoimento do padre. 
Segundo um membro da igreja de Natividade, que quis ter o nome em sigilo, o padre estava à frente da igreja da cidade há apenas duas semanas. Ele assumiu a função após a morte do pároco local. Até então o mesmo exercia suas funções na matriz de Miracema, onde as fotos andam circulando.


Fonte: G1
Subscribe to RSS Feed Follow me on Twitter!