3 de dezembro de 2016

Grupo explode caixa eletrônico em Itaquitinga, na Mata Norte de PE

                      Bandidos explodiram caixa eletrônico de posto bancário de Itaquitinga, na madrugada deste sábado (3) (Foto: Reprodução/WhatsApp)
Mais um caixa eletrônico foi alvo de bandidos em Pernambuco. Na madrugada deste sábado (3), um grupo explodiu um caixa eletrônico de um posto bancário de Itaquitinga, na Zona da Mata Norte de Pernambuco, a aproximadamente 50 quilômetros do Recife. A explosão aconteceu por volta das 3h, assustando moradores das proximidades.
Segundo a Polícia Militar, entre seis e oito homens participaram da investigada ao posto bancário do município. Durante a fuga, os suspeito teriam deixado dois carros para trás. Ainda não se sabe se a quadrilha conseguiu levar algum valor do caixa eletrônico. Até a manhã deste sábado, ninguém havia sido preso.
Reincidência
De janeiro a outubro deste ano, a Secretaria de Defesa Social (SDS) registrou 108 crimes entre roubos e furtos a banco e caixas eletrônicos, além de ações contra carro forte. Foram também 55 tentativas desses mesmos crimes. Na sexta-feira (2), bandidos explodiram um caixa eletrônico em Xexéu, na Zona da Mata Sul.
Caixa eletrônico foi alvo de bandidos na Compesa, no Recife (Foto: Reprodução/Whatsapp)

Fonte: G1 PE

Mais um assassinato na zona rural de Casinhas


Imagem relacionada

O assassinato aconteceu no sitio Lagoa Escondida na noite desta sexta-feira 02/12 as 20h. Segundo informações colhida por este Blog, a vitima foi o senhor Eugênio ex presidiário, no momento do crime Eugênio se encontrava dentro de sua residência, quando homens armados quebraram a porta da sua casa e efetuaram disparos de armas de fogo contra a vitima que não resistiu e morreu no local, deixando a vitima irreconhecível, em seguida tomaram destinos ignorados. A policia de Casinhas foi acionada compareceram ao local do crime foi feito o levantamento cadavérico e em seguida o corpo foi encaminhado ao IML do Recife.  

2 de dezembro de 2016

Fábrica de medicamentos que será instalada em PE deve gerar 3 mil empregos no estado

                                Governador Paulo Câmara assinou acordo diante de secretários estaduais e executivos do laboratório, no Palácio do Campo das Princesas (Foto: Aluisio Moreira/Divulgação)
O Complexo de Suape, em Ipojuca, na Região Metropolitana do Recife, foi o local escolhido em Pernambuco para receber a fábrica de medicamentos e uma central de distribuição da empresa Aché Laboratórios Farmacêuticos. Os dois empreendimentos vão gerar 500 empregos diretos e outros 2,5 mil indiretos, conforme anunciado pelo Governo Estadual e pelo grupo paulista durante a assinatura do acordo no Palácio do Campo das Princesas nesta sexta-feira (2). 

A nova fábrica será instalada em uma área de 250 mil m². As obras serão iniciadas no próximo ano, e a inauguração está prevista para dezembro de 2018. Inicialmente serão investidos R$ 500 milhões, valor divulgado pelo governo do estado como sendo o maior confirmado pela iniciativa privada em Pernambuco neste ano. 

“Os impactos para a economia pernambucana ainda não foram calculados, mas são de muita relevância, inclusive pela movimentação de mão de obra qualificada. Ao lado disso, temos a efetiva instalação de uma indústria de alto valor tecnológico no estado”, ressaltou o secretário de Desenvolvimento Econômico e presidente de Suape, Thiago Norões, em entrevista ao G1 pelo telefone. 

A produção da fábrica, que será a primeira do grupo no Nordeste, abastecerá o mercado regional. Em 2021, quando a unidade estiver em operação, a expectativa é de que a nova planta aumente a capacidade produtiva do grupo paulista em cerca de 50%. “Além de atender o Norte e o Nordeste, a planta que será instalada em Pernambuco será uma plataforma de exportações da empresa”, informou Norões. 

O projeto
A negociação para a instalação desses dois empreendimentos no estado teve início em dezembro de 2015, quando o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, visitou a fábrica do grupo em Londrina (PR). A empresa conta ainda com outros três complexos industriais, localizados em Guarulhos (SP), São Paulo (SP) e Anápolis (GO). 

De acordo com Thiago Norões, as licenças necessárias para a implantação da fábrica e da central de distribuição estão em andamento. “Está tudo caminhando bem. Os dois primeiros anos serão para a execução das obras civis e mais 12 meses para atender às exigências regulatórias, já que toda fábrica de farmacêuticos precisa ser certificada junto à Anvisa [Agência Nacional de Vigilância Sanitária]”, finalizou o secretário.

P-Sol da cidade do Surubim vai acionar Ministério Público para tentar cancelar reajuste de salário dos políticos local.

                                 
O P-Sol (Partido Socialismo e Liberdade) anunciou que vai entrar com uma ação no Ministério Público para barrar o aumento de salário dos próximos vereadores, prefeita, vice-prefeito, e secretários municipais. 

O reajuste, de acordo com  informações da Câmara, foi aprovado no dia 08 de setembro pelos vereadores e sancionado pelo Executivo Municipal, no dia 29 de setembro, três dias antes da eleição. 

Pela proposta, a partir de janeiro, a prefeita vai ganhar R$ 24 mil, contra R$ 15 mil do salário pago ao prefeito até dezembro. A remuneração do vice, sobe de R$ 7.500,00 para 12.000,00. O salário dos secretários vão dos atuais R$ 4 mil para R$ 6 mil.  Os vencimentos dos vereadores passam de R$ 7 mil e podem chegar aos R$ 10 mil, em quatro anos, dependendo da arrecadação.
Em meio ao desfecho da disputa eleitoral, o aumento foi sufocado pelo clima acirrado das campanhas. Agora, com as viradas dos mandatos e na eminência de passar a vigorar, o caso ganhou repercussão nas mídias sociais e provocou indignação na sociedade.  O caso chegou mesmo a provocar uma 'ocupação em massa' do Legislativo:

"Conclamamos a juventude, trabalhadores, mulheres e demais cidadãos/ãs para urgentemente, na próxima reunião da Câmara podermos ocupar em massa o plenário daquela Casa", postou o professor Edier Sabino, coordenador do P-Sol em Surubim, em sua página do Facebook. A sessão da Câmara desta quinta, no entanto, não aconteceu.
   

O professor procurou a reportagem do Blog Surubimeregiao para anunciar que vai mobilizar a sociedade civil organizada e procurar o deputado estadual Edilson Silva (P-Sol) para pedir apoio jurídico com o objetivo de entrar com uma ação no Ministério Público e tentar barrar o aumento.

"Honestamente, me falta adjetivo para qualificar. Em época de PEC , de crise, do povo sendo sacrificado e tendo que pagar a conta, é, no mínimo muita falta de sensibilidade dos nossos representantes.  A senhora prefeita e os novos vereadores precisam se posicionar. Vamos reagir e seguir o exemplo de outros municípios e reverter esta situação. Estamos convocando a população, os parceiros da sociedade civil organizada para esta luta. Já estamos procurando o deputado estadual Edilson Silva  (P-Sol) e para que nos dê suporte jurídico, e vamos entrar com uma ação junto ao Ministério Público para impedir esse aumento, que não é do interesse nem é uma prioridade das nossas comunidades", afirma o professor Edier Sabino.

Fonte: Sérgio Ramos 

Vereadores de Surubim aumentam seus salários e o salário da prefeita eleita Ana Célia

                               
A Lei Municipal Nº 618/2016, aprovada pelos vereadores contemplou o Poder Executivo, Prefeita, Vice-Prefeito e o secretariado municipal, com salários de marajás. O aumento, da ordem de 60%, embora tenha merecido um parecer da Mesa Diretora da Câmara de que nem é inconstitucional e tampouco contrário ao interesse público, certamente não tem o aval da população do município. Tanto quanto o projeto que aumentou os subsídios dos próprios vereadores em cerca de 30% foi votado sem o conhecimento dos surubinenses.

São fatos como este que tornam a classe política desacreditada. Vejam os novos valores: o Prefeito Túlio recebia R$ 15.000,00 (quinze mil reais) e Ana Célia passará a receber R$ 24.000,00 (vinte e quatro mil reais). O Vice-Prefeito passará dos R$ 7.500,00 (sete mil e quinhentos reais) para R$ 12.000,00 (doze mil reais) e os Secretários que recebiam R$ 4.000,00 (quatro mil reais) perceberão R$ 6.000,00 (seis mil reais). Compare-se com os subsídios do Governador que, somando seu salário no TCE com a Gratificação chega aos R$ 26.897,64; o Vice-Governador que recebe R$ 7.012,00 enquanto os Secretários estaduais ganham R$ 8.118,72.

Portanto, saber que o Chefe do Poder Executivo de Surubim ganhará pouco menos que o Governador Paulo Câmara, e o Vice-Prefeito receberá mais que o Vice-Governador, é inacreditável. Essa Lei fora vetada pelo Executivo, mas sua rejeição obteve uma votação de 2/3 dos vereadores, tornando sem efeito a decisão do Poder Executivo. O pacote de bondades dos egrégios vereadores surubinenses que contempla eles mesmos e eleva às alturas os futuros ganhos da Prefeita eleita, teve sua votação feita na surdina, após as eleições, para que o povo de Surubim não tomasse conhecimento.

(Com informações do Portal da Transparência do Governo de Pernambuco)

30 de novembro de 2016

Danilo Cabral vota contra o relatório que pro ponhe reforma no ensino médio


Resultado de imagem para ver imagens de danilo cabral

O deputado Danilo Cabral (PSB) votou contra o relatório da MP propondo a reforma do Ensino Médio. Ele defende que o texto deve ser aperfeiçoado principalmente em relação ao financiamento do Programa de Fomento à Implementação de Escolas em Tempo Integral. Apesar de o relator Pedro Chaves (PSC-MS) ter estendido o prazo de quatro para dez anos de apoio do Governo Federal aos estados, o deputado afirma que o fomento da política de ensino integral só será bem-sucedido se os recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) forem complementados.

Fonte: Blog do Magno

29 de novembro de 2016

Dois pernambucanos morrem em queda de avião da Chapecoense

Everton Kempes é de Carpina e Cleber Santana nasceu em Abreu e Lima / Foto: Reprodução Everton Kempes é de Carpina e Cleber Santana nasceu em Abreu e Lima
Foto: Reprodução
JC Online e agências 
Dois jogadores pernambucanos da Chapecoense, Everton Kempes e Cleber Santana, atacante e meia respectivamente, estão entre os 76 mortos após a queda do avião que levava o time brasileiro. O acidente aconteceu em Cerro Gordo, entre os municípios de La Ceja e La Unión, informou o aeroporto José María Córdova de Rionegro, que serve a região de Medellín.

Everton Kempes é natural de Carpina, na Zona da Mata Norte, enquanto Cleber Santana nasceu em Abreu e Lima, no Grande Recife. No voo estavam 81 pessoas, incluindo 72 passageiros e nove tripulantes.
 

Sobreviventes do acidente com avião da Chapecoense

O chefe da polícia de Antioquia, general José Acevedo, afirmou à rádio Caracol que apenas cinco pessoas foram retiradas com vida do acidente aéreo. As autoridades anunciaram que os sobreviventes resgatados eram os jogadores  Alan Ruschel, Marcos Danilo Padilha e Jacson Ragnar Follmann, dois tripulantes e um jornalista.

Mais detalhes da tragédia com o voou que levava o time da Chapecoense, confira a lista dos jogadores e comissão técnica que estava no avião

Foto tirada pouco antes da decolagem 
             
Uma tragédia no futebol mundial e especialmente brasileiro. O avião que transportava a delegação da Chapecoense para a primeira partida da final da Copa Sul-Americana contra o Atlético Nacional fez um pouso forçado na madrugada desta terça-feira na região de Antióquia, em gravíssimo acidente na Colômbia. Segundo informações do chefe da Polícia de Antioquia, José Acevedo, 76 pessoas morreram. Os goleiros Danilo e Follmann, o lateral Alan Ruschel e o jornalista Rafael Henzel Valmorbida estão entre os sobreviventes confirmados, assim como uma aeromoça, ainda com identidade não revelada.

De acordo com a rede de "TV Caracol", a aeronave sobrevoava as cidades colombianas de La Ceja e Abejorral quando perdeu contato com a torre de controle do aeroporto José Maria Córdova.

Alan Ruschel Chapecoense (Foto: Efe)
A delegação da Chape saiu de Guarulhos para Bolívia em voo comercial com 72 passageiros e nove tripulantes. Após escala técnica, deixou Santa Cruz de La Sierra em direção a Medellín. Quando sobrevoava a região de Antióquia perdeu contato com o aeroporto, que confirmou o acidente. A causa do acidente teria sido uma pane elétrica. Ainda de acordo com a imprensa local, o piloto teria liberado combustível para evitar explosão após o pouso forçado.
Segundo a imprensa colombiana, o local da queda do avião, próximo ao aeroporto, seria de difícil acesso. Além disso, o mau tempo na região metropolitana de Medellín atrapalharia ainda mais o resgate. Dois helicópteros da força aérea do país sobrevoam a área para auxiliar no trabalho das equipes de resgate. Dois helicópteros estão sendo utilizado no resgate.

A Chapecoense viajaria diretamente para Medellín em um voo fretado, o que foi desautorizado pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). Assim sendo, a delegação do time catarinense foi forçada a mudar seus planos e embarcar primeiro para São Paulo. De lá, pegou o voo para a cidade colombiana.

De acordo com informações fornecidas pelo aeroporto José Maria Córdova, a aeronave perdeu contato com a torre de controle às 21h33 locais (0h33 de Brasília) e teria caído às 22h15 (01h15 de Brasília).
“A Confederação Sul-Americana de Futebol confirma que há sido notificada por autoridades colombianas que o avião em que viajava a delegação do Atlético Chapecoense do Brasil sofreu um acidente em sua chegada à Colômbia. Estamos em contato com as autoridades e à espera de informações oficiais. A família Conmebol lamenta enormemente o ocorrido. Todas as atividades da Confederação ficam suspensas até novo aviso.”
Confira a lista dos jogadores que viajaram para a Colômbia

Jogadores
Goleiros: Danilo e Follmann;
Laterais: Gimenez, Dener, Alan Ruschel e Caramelo;
Zagueiros: Marcelo, Filipe Machado, Thiego e Neto;
Volantes: Josimar, Gil, Sérgio Manoel e Matheus Biteco;
Meias: Cleber Santana e Arthur Maia;
Atacantes: Kempes, Ananias, Lucas Gomes, Tiaguinho, Bruno Rangel e Canela.

Comissão técnica
Treinador - Caio Júnior
Auxiliar técnico - Duca
Preparador Físico - Anderson Paixão
Preparador de Goleiros - Boião
Fisiologista - Cezinha
Médico - Dr. Marcio
Fisioterapeuta - Rafael Gobbato
Analista de Desempenho - Pipe Grohs
Fonte: Site da Chapecó

Avião com equipe da Chapecoense sofre acidente na Colômbia

                           Ambulância chega a hospital na Colômbia  (Foto: Reprodução/TV Globo)
avião que transportava a delegação da Chapecoense para Medellín, na Colômbia, sofreu um acidente na madrugada desta terça-feira (29), informam autoridades colombianas. O prefeito Frederico Gutierrez disse que o acidente matou ao menos 25 pessoas. Há sobreviventes. O avião da Lamia, matrícula CP2933, decolou de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, com 81 pessoas a bordo: 72 passageiros e 9 tripulantes.
Não há, por enquanto, identificação das vítimas fatais. Entre os sobreviventes há jogadores.  
Segundo a imprensa local, a aeronave com o time catarinense perdeu contato com a torre de controle às 22h15 (local, 1h15 de Brasília) e caiu ao se aproximar do Aeroporto José Maria Córdova, em Rionegro, perto de Medellín.
Os jogadores da equipe de Santa Catarina são os goleiros Danilo e Follmann; os laterais Gimenez, Dener, Alan Ruschel e Caramelo; os zagueiros: Marcelo, Filipe Machado, Thiego e Neto; os volantes: Josimar, Gil, Sérgio Manoel e Matheus Biteco; os meias Cleber Santana e Arthur Maia; e os atacantes: Kempes, Ananias, Lucas Gomes, Tiaguinho, Bruno Rangel e Canela.
Avião da Chapecoense saiu de São Paulo ontem à noite (Foto: Reprodução/TV Globo)Avião da Chapecoense saiu de São Paulo ontem à noite (Foto: Reprodução/TV Globo)
As primeiras informações são que de seis pessoas foram resgatadas e levadas a hospitais na região. Dentre esses sobreviventes estariam o lateral Alan Ruschel, que chegou a unidade de saúde consciente, mas em choque, e os goleiros Danilo e Follmann. O Corpo de Bombeiros local, por sua vez, falou em 10 pessoas resgatadas.
O Comitê de Operação de Emergência (COE) e a gerência do aeroporto informaram que a aeronave se declarou em emergência por falha técnica às 22h (local) entre Ceja e Lá Unión. Anteriormente, a imprensa colombiana informou possível falta de combustível como causa do acidente. Mas a mídia local informou que o piloto despejou combustível após perceber que o avião iria cair.
Fonte: G1 Mundo
Postagens mais antigas → Página inicial