FUTEBOL: " Salgueiro perde o jogo de despedida da Série B "

Em jogo antecipado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) o Barueri recebeu o Salgueiro, nesta sexta-feira (25), na Arena Barueri, e se despediu da Série B do Campeonato Brasileiro de 2011 com uma vitória, de virada, por 2 a 1. Este jogo abriu a 38.ª rodada, a última da temporada.

Após uma campanha irregular na competição, o Barueri chegou aos 53 pontos, ocupando a provisória nona colocação. Porém, ao final da rodada, o time poderá terminar na 12.ª posição. O Salgueiro, já rebaixado, se despede da Série B na 19.ª e penúltima colocação, com 26 pontos. E vai disputar a Série C em 2012.

Antes do jogo, houve um clima de insegurança com a divulgação de uma possível irregularidade cometida pelo Barueri na 35.ª rodada. Na derrota para o Náutico, teria escalado o volante Anselmo sem condições de jogo. Na verdade, o jogador atuou respaldado em uma liminar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Só após a apresentação deste documento é que todos se convenceram do fato.

O primeiro tempo foi bastante movimentado. O time paulista criou mais chances no ataque, mas quem saiu na frente foi o visitante. Aos 40 minutos, Alex Gaibu lançou para o ataque e Fabrício Ceará ganhou pelo alto. A bola sobrou para Thiago Marabá, que bateu firme no canto direito do goleiro Juninho, do Barueri.

Na segunda etapa, o Barueri voltou com outra postura e dominou a partida. Sem dar chances ao Salgueiro, o time paulista chegou ao empate aos 16 minutos, com Fabrício Ceará, marcando contra, após cobrança de escanteio de Saldanha. Ele tentou desviar de cabeça, mas mandou contra suas próprias redes.

Aos 28 minutos, Marcelinho aproveitou sobra na entrada da área e chutou forte para dar a virada ao Barueri na despedida da Série B.

Ficha técnica

Barueri 2 x 1 Salgueiro

Barueri - Juninho; Anderson Pedra (Bebeto), Alex Lima, Edson Borges e Guto; Anselmo (Rodrigo Arroz), Alê, Zé Carlos (Saldanha) e Alex Maranhão; Magrão e Marcelinho. Técnico: Ari Mantovani.

Salgueiro - Danilo; Thoni, Marcos Tamandaré, Pio e Júlio César (Paulo Santos); Diego Paulista, Mateus Silva, Alex Gaibu e Clébson (Beto); Élvis (Thiago Marabá) e Fabrício Ceará. Técnico: Neco.

Gols - Thiago Marabá, aos 40 minutos do primeiro tempo; Fabrício Ceará (contra), aos 16, e Marcelinho, aos 28 minutos do segundo tempo.
Fonte: Agência Estado
←  Anterior Proxima  → Inicio

Seguidores

Total de visualizações