16 de maio de 2012

PL 122 será reapresentado para nova discussão no Senado


Na semana passada, a senadora Marta Suplicy retirou o pedido de audiência pública para discutir o PL 122, descartando a iniciativa do pastor Silas Malafaia de colocar o projeto em um debate aberto.

A discussão em torno do texto final do PL 122 será reiniciada em breve, quando a senadora Marta Suplicy apresentar a nova versão do projeto, durante reuniões da Comissão de Direitos Humanos do Senado.

A audiência pública que aconteceria no próximo dia 15/05 no Senado, foi suspensa a pedido da senadora Marta Suplicy, por conta de eventos ligados a manifestantes homossexuais em Brasília. Em seu lugar, a senadora organizou um seminário pró-PL 122, com a presença de ativistas gays.

Agora, segundo o site Mix Brasil, ligado ao movimento homossexual, a senadora Marta Suplicy apresentará novamente a versão original do texto do PL 122 para discussão no Senado.

Essa versão já havia sido recusada anteriormente por divergências entre os integrantes da Comissão de Direitos Humanos e pressão dos parlamentares da bancada evangélica. Em seu lugar, Marta Suplicy havia preparado um texto que excluía os pontos mais polêmicos, como itens ligados à liberdade religiosa, porém essa versão voltou a ser recusada.

Agora, sob pressão dos ativistas gays, que desejam ver aprovada a versão original do PL 122, a senadora deverá apresentar novamente o texto original, inserindo apenas a nomenclatura de “Lei Alexandre Ivo”, em homenagem a um adolescente homossexual que foi assassinado em 2010.

Pela tramitação regular do Senado, o projeto precisa ainda ser aprovado na Comissão de Direitos Humanos, para então ser discutido na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania, para então, ser discutido novamente no plenário do Senado e só aí, ser votado, para se aprovado, ser encaminhado à presidente Dilma Rousseff, que poderá sancioná-lo ou vetá-lo.

Silas Malafaia é cortado por Marta Suplicy para debate em sessão sobre homofobia

O pedido de audiência pública para discutir o Projeto de Lei (PL) 122, que visa criminalizar a homofobia, foi retirado pela senadora Marta Suplicy (PT-SP). A sessão havia sido solicitada para a próxima terça-feira, dia 15 de maio, mas foi cancelada.

A decisão descarta a iniciativa do pastor Silas Malafaia de colocar o projeto em um debate aberto sobre a questão.

Malafaia notificou o cancelamento da audiência através de seu Twitter.

“Marta Suplicy retirou o pedido de audiência pública, que seria realizada no dia 15/5, para debater o PLC122?", questionou o pastor.

A senadora justificou o adiamento em função de outro evento a favor da PL 122, que será um seminário denominado "Diferentes, mas iguais".

O acontecimento ocorre um dia antes da 3ª Marcha Nacional contra a Homofobia, dia 16 de maio, e tentará mobilizar a sociedade e os parlamentares que votarão a PL, sobre a violência sofrida pelos gays.

Esta não é a primeira vez que os ativistas defensores da PL se "desviam" de uma audiência pública sobre o projeto.

Em dezembro de 2011, eles não compareceram a uma sessão elaborada pela Comissão dos Direitos Humanos, na Câmara dos Deputados, que teve a participação do pastor Malafaia, de acordo com o site Gospel Mais.

“Acabo de sair da audiência pública do Senado. Nenhum defensor do movimento gay esteve presente! Tomaram uma ensaboada! A senadora Marta Suplicy, defensora número 1 da causa gay estava no congresso, mas fugiu do debate! Eles sabem chamar de homofóbico, mas de debate eles tem medo!”, declarou Malafaia na época, através de rede social.

Recentemente, em seu programa Vitória em Cristo, o pastor declarou que moveria uma ação contra militantes que o chamassem de homofóbico.



Fonte:  Portal Gospel
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial