Casinhas: O Jeito de Ser do Vereador Walter Borges

Em sua biblioteca, onde recebe convidados 



O vereador Walter Borges filho do Diogo e um dos mais conhecidos entre os políticos, tem se tornado uma ponte de ligação entre o estado e o município de Casinhas no que se diz respeito aos convênios entre estado e município. È mais uma vez candidato a vereador  visando não a continuidade de um trabalho importante que vem fazendo em prol  do desenvolvimento de Casinhas, mais também para atender  a um pedido  do seu amigo e governador do estado de Pernambuco Eduardo Campos e do seu compadre o deputado federal Danilo Cabral.
E hoje resolveu com exclusividade falar ao nosso Blog de vários assuntos que se diz respeito  a ele e política de casinhas.
Entrevista:

O Blog: Qual o significado da política para você?
W B - A política para mim é um ato de servir a coletividade, e ao mesmo tempo de fiscalizar e executar tanto no campo executivo como no legislativo, eu tenho uma tese que para mim o toma lá e dá cá não serve para enaltecer a democracia  temos que ser sensível em alguns apelo dos menos favorecidos mais não podemos viciado com a pratica de que só vota se der lhe alguma coisa até porque o político que compra o voto não tem compromisso com o eleitor em borá sabemos que todas as eleições tem o seu custo, e para isso existe a militância para divulgar o nome de seu candidato, e digo mais que eleitor consciente é aquele que dá o seu voto para no amanhã ter autoridade de cobrar as ações que engrandeça o seu município

O Blog: De onde vêm tantos prestígios e amizades influentes?
Em seu amplo terraço
W B – Não sei se é prestigio ou respeito penso que seja os dois, prestigio e respeito.

O Blog: Você é uma pessoa de semblante fechado isso não faz com que você perca votos?
WB  - (risos) Eu até posso mudar o eu jeito, agora mudar o meu jeito de ser que Papai do Céu me deu para ser convincente com algumas pessoas no campo político de jeito nem um, até porque nunca dei um xau e por trás fiz um gesto obsceno e nunca dei uma risada com os dentes trincados com medo de quebralos, o povo quer saber nas horas que precisa batem na minha porta e são atendidos na medida do possível. Nem meu pai nem minha mãe nem tão pouco qualquer cidadão de Casinhas e outra região tiveram o direito de me ver chegar embriagado drogado ou varando noites em mesas de jogos, nem tão pouco, me viram em portas de delegacias por conta de bagunças.
No seu auditória de reuniões 

O Blog: O que foi pra você essa junção?   
WB – Para mim eu achava difícil e talvez impossível João Camelo apoiar Paulo Maluf porque é de São Paulo, agora votar em Rosineide nunca foi novidade, até porque a criatura sempre se volta para o criador e na política temos que entender que á adversários e não inimigo.

O Blog: O que tem a falar sobre a ex. prefeita e candidata Rosineide Barbosa?
WB – Meus  laços de amizade com Rosineide não vem de hoje, se no passado caminhamos em capôs opostos com opiniões diferentes isso não dificultaram para que hoje  compartilhássemos dos mesmos objetivos, tendo em vista que na política muitas vezes o impossível se torna possível, valendo salientar que é vergonhoso muitas vezes cuspirmos nos pratos que já comemos,  e quando falo isso me refiro tanto a mim quanto a ela. Quanto as divergências do passado não cabe a mim julgar.  

O Blog: e do atual prefeito o que você tem a falar?
WB – Eu  acho João uma pessoa séria correta  sensível as causas populares contribuiu e vem contribuindo para o progresso da nossa cidade através das parcerias desenvolvidas com o governador Eduardo Campos e o deputado Danilo Cabral, e irá deixar sua marca coo o gestor que respeitou o seu eleitorado.

O Blog: Sabemos que em 2008, você foi o vereador que mais obteve votos dos educadores de Casinhas, e hoje com a entrada da Professora Verônica geriz, você foi prejudicado?  
WB – De forma alguma agora é que eu vou ter votos, até porque o povo sabe da minha biografia e do meu passado, para se ter uma ideia na ária de educação e cultura fui um dos mentores do programa pró jovem urbano, trousse por três vezes o escritor Ariano Suassuna, intermediei  a coberta da quadra da escola São Luis, na época com secretario de educação do estado Danilo Cabral e neste momento estou pedindo ao governador uma extensão da escola técnica da escola técnica de Surubim para a nossa cidade de Casinhas, e por fim os educadores e alunos sabem que com a minha amizade perante o governo do estado posso contribuir ainda mais para educação e cultura do meu município.

O Blog: O que Você acha de no Brasil o voto ser obrigatório?
WB – Para mim a democracia seria mais plena e mais respeitada se a população não fosse obrigada a decidir seu voto de forma  obrigatória até porque a própria constituição diz que ninguém é obrigado a nada e porque é obrigado a votar.


O Blog: Seus Agradecimentos.
WB - Primeiramente a Deus, depois a minha esposa meus filhos que são a razão do meu viver, família e todos os meus amigo. A este Blog e todos os blogs que divulga nossa cidade para o brasil e o mundo.  


Fotos: FB

                                   
←  Anterior Proxima  → Inicio

Seguidores

Total de visualizações