"Casinhas terá todas as ruas do centro da cidade asfaltadas e com saneamento básico", anuncia Rosineide


Imagem: Google Imagens
A prefeita de Casinhas, Rosineide Barbosa, informou que o Governo do Estado já transferiu para os cofres do Executivo local a primeira parcela do Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal (FEM), no valor de R$703,084,03 [o internauta também pode conferir no Portal do FEM, clicando aqui]. Ou seja, a exemplo das demais prefeituras pernambucanas, Casinhas também recebeu 30% do valor aprovado pelo Comitê Estadual de Apoio aos Municípios (Ceam), comandado pela Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag). 

A quantia é parte do montante dos R$228 milhões garantidos para os projetos aprovados nas mais diversas áreas, mas a maior parte dos municípios, inclusive Casinhas, foi contemplada com recursos para obras de pavimentação de vias públicas, reformas de praças e recuperação de pontes e outros equipamentos urbanísticos.

"Com esse dinheiro que o govento estadual está nos repassando, decidimos que iremos fazer com que a nossa cidade se torne um lugar cada vez melhor. Vamos asfaltar os quatro cantos do centro da cidade de Casinhas, todas as ruas, sem exceção. Vamos ver também como vamos trabalhar a questão do saneamento, porque se a gente fizer o asfalto e não fizer alguma coisa por baixo, por onde passa a drenagem das ruas, teremos problemas amanhã. Neste sentido, consultaremos nossa equipe de engenharia para ver que solução nós daremos a esse problema", informou Rosineide, por ocasião da I Conferência Municipal das Cidades, ocorrida há poucos dias atrás, no auditório do Funpreca. 

Na ocasião, a prefeita aproveitou para dar uma ótima notícia aos moradores de Lagoa Estreita, localizada na zona rural do município. "Também vamos construir o calçamento da comunidade de Lagoa Estreita, um sonho antigo dos moradores. E aí a prefeitura também vai entrar com recursos próprios, porque só com esse dinheiro não vai dar pra fazer essa obra", finalizou.


A segunda parcela, também de 30%, deverá sair até o dia 15 de julho. Os gestores precisarão iniciar as construções e reformas imediatamente, já que para receber a terceira parcela que equivalerá a 40% da verba total eles precisarão comprovar o andamento das obras.
Fonte: Blo da PMC
←  Anterior Proxima  → Inicio

Seguidores

Total de visualizações