Bandidos troca tiros com a policia e leva a pior, um morre e três são presos.


JACUÍPE (AL): Um assaltante morreu numa troca de tiros com a Polícia Militar (PM) e três foram presos após tentarem assaltar uma casa lotérica no município de Jacuípe, região Norte do Estado na manhã de quarta-feira (19). Os quatro criminosos não conseguiram roubar o estabelecimento por causa da blindagem. Eles chegaram a efetuar dois disparos de arma fogo dentro do estabelecimento, que havia acabado de abrir, por volta das 8 horas. Ninguém se feriu. Todos os integrantes da quadrilha são pernambucanos. Foram presos: Edmilson Ramos da Silva, 24 anos, natural de Palmares; Gilvan Pedro Bezerra, 23, de Bonito; e Lucas Carlos Malaquias da Silva, 24, de Lagoa de Itaenga. Na troca de tiros com a polícia, morreu Wellington Antônio da Silva, 22, natural de Palmares.
 
Três revólveres do calibre 38 (municiados), uma garrucha (carregada), três celulares, um relógio e R$ 10 em cédulas foram apreendidos pela polícia, além de duas motos: uma Honda CG vermelha, 125 cilindradas, sem placas e uma XRE-300 c.c., placa PFX-4305/PE. Esta tem queixa de roubo em Caruaru (PE). Após a tentativa de assalto à Casa Lotérica Jacuípe, os bandidos realizaram uma espécie de arrastão: roubaram clientes que estavam numa padaria, em frente à lotérica, na Rua do Comércio.O bando seguiu nas motocicletas até a Rua Miguel Morato, onde assaltaram a funcionária de um mercadinho. Dentro do estabelecimento, há um correspondente bancário da Caixa Econômica Federal (Caixa Aqui), mas a quadrilha não conseguiu levar dinheiro, porque a funcionária acabara de iniciar o expediente. “Eles queriam dinheiro, mas não tinha. Levaram apenas o meu celular”, disse a funcionária.
                                 
Na fuga, uma das motos enguiçou e dois dos assaltantes fugiram a pé. Nesse momento, uma guarnição do Grupamento de Polícia Militar (GPM) de Jacuípe cruzou com os bandidos e iniciou a perseguição. A guarnição contou com o apoio de policiais militares que moram na cidade. Eles estavam de folga no momento da ação criminosa e se engajaram na operação policial que resultou na prisão dos três acusados e na morte de um deles. Equipes da Companhia Independente de Joaquim Gomes (Pelopes) e dos GPMs de Novo Lino e Jundiá deram apoio à operação. Até uma guarnição da companhia de Porto Calvo, ligada ao 6° BPM, esteve em Jacuípe em auxílio.
                                  
Os assaltantes foram encurralados na Rua Manoel Damião, onde trocaram tiros com a polícia. Eles ingressaram por um cercado, no Sítio Praxedes. Neste local, Wellington tombou atingido pelos disparos efetuados pelos policiais. Os militares conseguiram prender os três assaltantes que foram conduzidos para a delegacia regional, em Novo Lino, onde foram autuados em flagrante pelo delegado Antônio Nunes.

(Fotos: Alberto Emiliano e Jacuípe FM)
←  Anterior Proxima  → Inicio

Seguidores

Total de visualizações