22 de agosto de 2014

Cordenador da campanha de Eduardo Campos não continua com Marina



O secretário-geral do PSB e coordenador da campanha presidencial do partido, Carlos Siqueira, deixou nesta quinta-feira, 21, a função. O partido formalizou nesta quarta, 20, a indicação de Marina Silva para liderar a chapa e do vice Beto Albuquerque, líder da bancada na Câmara dos Deputados. "Da senhora Marina Silva eu quero distância. Eu não participo de campanha de Marina Silva. Ela não é do PSB", disse.
Saiba mais...
Marina Silva pode vir ao Recife neste final de semana para ato campanha
Com confirmação de Marina, integrantes da Rede ocupam espaços do PSB
Marina Silva diz que política energética está custando muito caro
Marina promete implementação do Código Florestal
Marina veta doações de empresas de armas, fumo, agrotóxicos e bebidas

Ontem, havia sido anunciado que Siqueira permaneceria na função, mas que teria ao seu lado o deputado licenciado Walter Feldman (SP), que é também porta-voz do partido. Bazileu Margarido, homem de confiança de Marina, que era adjunto de Siqueira durante a campanha de Eduardo Campos, foi transferido para o comitê financeiro da campanha. Bazileu vai dividir a tarefa com Dalvino Franca.

Siqueira, que também é presidente da Fundação João Mangabeira, do PSB, disse que continuará no partido, mas que se rende à decisão da maioria, que apoiou a candidatura de Marina, porque é disciplinado. Em conversa com o Broadcast Político, disse preferir não dar detalhes sobre essa decisão, porque seriam detalhes desagradáveis.

Nesta manhã, o presidente nacional do PSB, Roberto Amaral, está reunido com dirigentes de partidos que compõem a coligação. Amaral ainda não comentou a saída de Siqueira.

Fonte: Diário de PE
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial