16 de agosto de 2014

Morre, no Recife, irmão da jovem assassinada há cerca de um mês em Surubim.


 

Um mês após ter sido esfaqueado ao defender sua irmã, a dona de casa Janicleide Oliveira de Sousa, 25, do ex-companheiro, o jovem José Carlos Oliveira, mais conhecido como "Dé do Catolé", 31, faleceu na madrugada deste sábado (16) em um hospital na cidade do Recife. "Dé" e sua irmã, Janicleide, que acabou sendo assassinada pelo cozinheiro José Roberto do Nascimento, 31, eram naturais do sítio Catolé, no município de Casinhas.

O crime aconteceu no bairro conhecido com "Rua do Açude", na cidade de Surubim. Janicleide estava grávida de dois meses do quarto filho e foi assassinada pelo ex-companheiro, dentro da própria casa, na noite do último dia 15 de julho. Ela estava separada de José Roberto havia duas semanas. Logo no início da discussão, a vítima ligou para o seu irmão, José Carlos, que estava no sítio Catolé. Ele pegou uma moto e foi em direção a Surubim. Ao chegar no local, encontrou a sua irmã esfaqueada e entrou em luta corporal com o agressor para defendê-la.

José Carlos acabou também sendo esfaqueado, saiu correndo e caiu numa rua próxima da casa. Imediatamente, os vizinhos acionaram o SAMU, que o socorreram em estado grave para o Hospital São Luiz, de onde foi transferido para um hospital no Recife. Já o assassino ainda pulou o muro da residência, mas foi capturado pela polícia apresentando ferimentos nos braços e nas costas. O suspeito confessou o crime, praticado na frente de um menino de cinco anos, e também chegou a ser transferido para um hospital na capital pernambucana.


Fonte: Mais Casinhas

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial