Prefeita de Casinhas se reúne com moradores do Diogo e vola cheus para anunciar inauguração de salão comunitário no Diogo


A prefeita de Casinhas, Rosineide Barbosa, realizou na noite da última sexta-feira (21) uma reunião com moradores do Diogo para anunciar a inauguração, no próximo dia 13 de dezembro, de um espaço comunitário naquela localidade. O Centro Comunitário do Diogo, que levará o nome do ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos, falecido em agosto deste ano, será inaugurado por ocasião de uma missa em sua memória na Capela de Nossa Senhora de Fátima.

O encontro aconteceu no prédio da Escola Municipal Nossa Senhora de Fátima e contou com a presença do presidente da Câmara de Vereadores de Casinhas, Sinha do Junco, dos vereadores Gilberto do Posto e Inácio da Chatinha, do secretário municipal de Infraestrutura e Agricultura, Antônio Araújo, do ex-vereador Walter Borges e do assessor especial da prefeita e coordenador do Orçamento Participativo de Casinhas, Agaci Soares, além da presença bastante expressiva dos moradores do Diogo e da Vila Chêus.
Na oportunidade, os moradores puderam se manisfestar, tecendo críticas, sugestões e elogios, contribuindo para que houvesse um oportuno, transparente e proveitoso debate sobre as principais necessidades da comunidade. "A reunião foi um verdadeiro sucesso em presença, diálogo e consenso. Um bate-papo olho no olho, bastante proveitoso, eficaz e positivo", resumiu, após a reunião, Agaci Soares, que comandou os trabalhos da mesa, sempre facultando a palavra para que todos pudessem ter o direito de manisfestar suas opiniões.
Fotos: Mário Andrade/Divulgação
Os vereadores abriram a reunião louvando a importância da iniciativa da prefeita em realizar o encontro com o objetivo de se aproximar e de ouvir os moradores da comunidade do Diogo. "Estamos aqui com o objetivo principal de melhorar a nossa comunidade", afirmou Sinha do Junco. "É a oportunidade de ouvir vocês. Rosineide está fazendo isso em todas as comunidades e está se propondo a trabalhar e trazer ações aqui para o Diogo também", emendou Inácio do Toyota. "A prefeita está procurando fazer o máximo nos quatro cantos do município e vai fazer também no Diogo", ressaltou Gilberto do Posto.

A moradora Nativa Diniz destacou a importância da união da comunidade. "Não vamos dividir, que é muito feio uma comunidade dividida. Nós temos é que abraçar todas as ações que beneficiem o lugar da gente", defendeu. A agricultora e ex-secretária executiva do Movimento da Mulher Trabalhadora do Nordeste (MMTR-PE), Margarida Pereira, enfatizou a necessidade de se dar uma atenção política à questão sócio-ambiental que envolve o rio que corta o Diogo e cobrou uma participação mais ativa das mulheres nas discussões. "As necessidades do Diogo são muitas e apenas dois salões comunitários não suprem isso. A gente precisa urgentemente é de construir privadas no Diogo, pois tudo é despejado no rio, por culpa nossa também, que não respeitamos o meio-ambiente. Precisamos também fortalecer o grupo de mulheres para que elas tenham voz mais ativa nas discussões que envolvem a comunidade", argumentou.
Fotos: Mário Andrade/Divulgação
Já o ex-vereador Walter Borges pediu que a comunidade fizesse um "desarmamento de palanques". "Vamos acabar com essa coisa de palanque eleitoral, deixar eleição pra daqui a dois anos. Vamos, sim, é nos unir pelo trabalho, pela busca de atrair ações concretas para o nosso Diogo. E que cada um faça a sua parte, independente de política", defendeu. O comerciante e líder comunitário Edvaldo Santos, o "Pitôta",informou que a conquista do salão comunitário se dá após reivindicação feita por ele numa das plenárias do Orçamento
Participativo, ocorrido em agosto deste ano, quando o mesmo também foi eleito o delegado representante das comunidades do Diogo, Vila Chêus, Lagoa de Pedra, Tuná e Laus. "Jamais vamos querer prejudicar o trabalho de seu ninguém. Queremos, pelo contrário, é somar. Senão, como é que a gente vai crescer? Devemos abraçar, sem preconceito ou politicagem, todas as conquistas que forem importantes para desenvolver cada vez mais a nossa comunidade", avaliou. 

Outros moradores também se manifestaram na ocasião, como o radialista Pedro Braz, o fundador do Motoclube Rota 102, Alexandre Santana, o motorista conhecido como "Zezinho da Ambulância", a ex-secretária de Agricultura de Casinhas, Jane Farias, a professora Emanuela Alves, Valfrido Lima, a assistente de Saúde Aparecida Ribeiro e o vice-presidente da Associação de Assistência Comunitária do Diogo (ASCOMD), Isaac Marciliano (que inclusive solicitou o apoio da prefeita na conclusão da sede própria da associação, ora em construção, além da sua presença na próxima reunião da entidade, para que possa conhecer de perto a realidade da mesma).
Última a falar no encontro, a prefeita Rosineide Barbosa fez um profundo e longo pronunciamento, onde destacou que a sua atenção com o Diogo sempre foi muito especial. "Tenho uma preocupação muito grande pelo Diogo, porque aqui, igualmente à Vila Nova, é porta de entrada do município. Melhoramos a ponte, com pintura, instalação de luminárias e vamos construir em breve o portal da comunidade. A escola melhorou, gostei muito do quantitativo de alunos e, sim, nós vamos mantê-la funcionando, mas a comunidade precisa nos ajudar, se comprometer conosco. No próximo dia 13 de dezembro iremos inaugurar um centro comunitário, que será um espaço adequado para promoção de cursos de qualificação profissional, realização de reuniões, eventos culturais, esportivos, festas e, inclusive, dispondo de uma sala exclusiva para atendimento médico. E dessa forma vamos dando os primeiros passos para que o Diogo possa estar oferecendo serviços da maior importância aos seus moradores e um aconchego especial aos seus visitantes", assegurou Rosineide.

"É muito bom estar ouvindo vocês, mas quero dizer que nós não estamos aqui para nos promover politicamente, até porque não é hora para isso. É hora de trabalhar. Pra gente poder fazer parte da vida de alguém é preciso participar e interagir com ela. Sem vocês, eu não estaria aqui. Se eu não tivesse interesse em trabalhar, vocês acham que eu estaria aqui hoje? Temos que participar, unir e esquecer as coisas miúdas. Nós queremos coisas boas, comida na mesa, água, qualidade de vida, desenvolvimento e melhorias para todos nós. Eu digo e prometo pra vocês uma coisa: várias comunidades do município estão recebendo ações do nosso governo e com o Diogo não vai ser diferente", ressaltou.
Ao final, foi elogiada pelo empresário "Nêgo de Belo", que fez questão de elencar as obras realizadas por ela no Diogo em suas gestões anteriores. "É uma honra recebê-la aqui no Diogo, porque não é todo dia que recebemos a prefeita em nossa comunidade. Você trouxe o calçamento, as luminárias a vapor de sódio, uma nova passagem molhada, o Posto dos Correios, entre outras obras. Mas a nossa comunidade precisa de muito mais e torcemos para que a sua gestão dê a atenção necessária que nós tantos precisamos", pronunciou, logo após ser saudado pela prefeita com um "eis o nosso poeta!".

Fonte: +Casinhas
←  Anterior Proxima  → Inicio

Seguidores

Total de visualizações