8 de outubro de 2015

Governo deflagra operação abafa no Congresso

                                     
Um dia após o Tribunal de Contas da União (TCU) recomendar ao Congresso a rejeição das contas de 2014 da presidente Dilma Rousseff, o governo deflagrou a operação abafa no Parlamento. Nesta quinta-feira (8) houve uma intensa troca de telefonemas entre a presidente Dilma, os ministros Jaques Wagner, Ricardo Berzoini e o presidente do Senado, Renan Calheiros.
As conversas giraram em torno das estratégias para solucionar dois problemas mais emergenciais do governo: a análise dos vetos presidenciais, cancelado duas vezes esta semana por falta de quórum, e a derrota anunciada pelo TCU.
Renan Calheiros combinou com o governo que seguirá o regimento e só colocará os vetos em apreciação novamente na sessão do dia 17 de novembro. O Congresso é obrigado a analisar vetos na terceira terça-feira de cada mês e a sessão de outubro já foi realizada, justificou o senador.
Mesmo depois que partidos como PP, PTB, PSD e PR concordaram em dar quórum na semana que vem para apreciar os vetos, os ministros avaliaram que seguir na estratégia de marcar sessões agora “ajuda a botar a faca no pescoço do governo”, conforme definiu um dos envolvidos na negociação sobre a pressão destes partidos por cargos.

Do Jornal do Brasil - Eduardo Miranda
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial