13 de novembro de 2015

Fim do prazo de regularização das cinquentinhas e o saldo já é de de 77 cinquentinhas presas

                                 
Foram apreendidas 77 motocicletas com potência igual ou menor a 50 cilindradas, as "cinquentinhas", somente na quinta-feira (12), primeiro dia após o fim da tolerância para que os proprietários rodassem sem o emplacamento dos veículos. Desde 11 de agosto, foram apreendidas 1.265 cinquentinhas, de acordo com balanço divulgado, nesta sexta-feira (13), pelo Departamento Estadual de Trânsito em Pernambuco (Detran-PE). O balanço traz ainda que 5.064 motocicletas foram emplacadas entre agosto e novembro. Os proprietários que tiveram o veículo apreendido por falta de placa precisarão pagar o licenciamento de R$128,03, o seguro DPVAT de R$48, multa de R$ 191,54, além de R$ 76,78 do guincho e R$ 12 por dia no galpão, para recuperar o veículo.

A fiscalização vai continuar, com apoio da Polícia Militar. "Os ciclomotores que estiverem sem placa, vão ser apreendidos. O prazo é de 60 dias para ir resolver a situação, ou a motocicleta vai a leilão", detalha o presidente do Detran-PE, Charles Ribeiro. Os pilotos que infringirem as normas de segurança também podem ter a moto apreendida. Os proprietários das cinquentinhas adquiridas antes de julho devem agendar o atendimento para realizar o emplacamento das motocicletas. Já os veículos comprados após julho já saíram da loja com placa. O procedimento após o prazo é o mesmo que existia antes, com a diferença que o condutor não pode circular agora sem a placa.


Fonte: G1 PE
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial