Professora é espancada até a morte em Vertentes


professora assassinada vertentes agreste violento

O primeiro homicídio deste ano na cidade de Vertentes, foi marcado por sentimento de revolta e preocupou ainda mais a população. O caso foi registrado pela polícia Civil durante as primeiras horas deste sábado (23) e segundo o delegado de plantão da Delegacia de Santa Cruz do Capibaribe, Dr. Victor Leite, devido ao estado em que foi encontrada a vítima, apenas o IML poderá indicar com precisão o horário que ela foi morta. A polícia acredita que é possível que a aposentada tenha sido assassinada na madrugada de quinta para sexta (22), ou seja, aproximadamente 12 horas antes do momento em que o corpo foi encontrado pelos seus familiares.
A vítima, a professora de Inglês, Aldenize Bezerra Correia de Araújo, “Denise professora”, como era conhecida, tinha 63 anos e foi assassinada de forma brutal, dentro de sua própria residência, que fica próxima a Escola Gil Rodrigues, área central da cidade. A Polícia constatou marcas de espancamento na cabeça e rosto, bem como sinais de estrangulamento.
Os criminosos invadiram a casa, reviraram todos os cômodos e depois de conseguir o que queriam, mataram a professora covardemente e fugiram levando o veículo e uma moto da vítima que estavam na garagem.
“Ainda é cedo para afirmar, mas trabalhamos com a hipótese de latrocínio, quando o roubo é seguido de morte”, acrescentou o delegado.
O corpo da professora, que vivia debilitada e inclusive lutava contra um câncer nos seios, foi encaminhado para o IML de Caruaru e será sepultado na tarde deste sábado.
Fonte: Agreste Violento
←  Anterior Proxima  → Inicio

Seguidores

Total de visualizações