Barragem de Jucazinho deve atender Agreste por mais 90 dias, diz Compesa



Com 1,66% do volume total, a barragem de Jucazinho só deve atender a população do Agreste de Pernambuco por mais 90 dias, conforme informou a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) ao G1, nesta quarta-feira (3). O reservatório localizado no município de Surubim tem capacidade para comportar 327 milhões de metros cúbicos de água. Atualmente este armazenamento é de apenas 5,6 milhões.

No dia 15 de janeiro, a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) confirmou que Jucazinho tinha atingido o menor volume desde 1º de junho de 2000, quando registrou 1,8% da capacidade total. De acordo com a Apac, Jucazinho atingiu o volume morto em novembro de 2015, quando chegou a 2,52% do total. Segundo a Apac, no mês de janeiro choveu uma média de 92 mm em toda a região Agreste. O esperado para este período era 42 mm. Em Surubim, choveu 85 mm quando o esperado era de 33 mm. Apesar disso, o volume do reservatório não aumentou porque "a água da chuva tem quer ser maior do que a quantidade escoada nas bacias dos rios, devido à vazão", conforme a técnica em hidrometeorologia da Apac, Rafaela Ribeiro.

Aproximadamente 300 mil pessoas recebem água de Jucazinho, segundo o gerente regional do Alto Capibaribe da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), Mario Heitor Filho. Os municípios abastecidos pela barragem são: Cumaru, Passira, Riacho das Almas, Santa Cruz do Capibaribe,Salgadinho, Surubim, Casinhas, Santa Maria do Cambucá, Vertente do Lério, Frei Miguelinho, Vertentes e Toritama.


Fonte: G1
←  Anterior Proxima  → Inicio

Seguidores

Total de visualizações